sexta-feira, 3 de novembro de 2017

LOUVORES DO APOCALIPSE

Apocalipse – o último livro da Bíblia cristã – foi escrito como uma ode de alegria e esperança.  Com base nessa compreensão, tenho lido e interpretado o texto.  Não tenho dúvidas que em Apocalipse há mais expressões de louvor e adoração Àquele que é Digno que em qualquer outro texto no Novo Testamento.
Isso eu tenho repetido sempre que falo, estudo ou escrevo sobre este livro.  Mas aqui não quero apresentar um tratado exegético sobre o Livro da Revelação, suas visões, vaticínios e profecias. Estou trabalhando nisso, mas não aqui.
Então, pensando em Apocalipse como um compêndio de adoração e louvor, resolvi fazer uma lista de hinos e canções baseados no livro bíblico.  Não será uma lista extensa, apenas algumas me vieram à mente em meia horinha de exercício de memória.  Sei que há inúmeras outras composições baseadas em Apocalipse.
Veja a relação, como sugestão de louvores do Apocalipse:
A primeira canção que me vem naturalmente é o Canto do Apocalipse.  Em português gravada pelo grupo Diante do Trono em 2010.  O original em inglês – Revelation Song – foi composto por Jennie Lee Riddle no ano anterior.  Gosto em particular desta música.  Melodia e harmonia se casam bem e posso crer que consiga reproduzir um pouco do que foi a canção triunfante que João testemunhou.
Penso que o trabalho de Sérgio Lopes gravado em 2004 intitulado Carta às 7 Igrejas apresentou um grau maior de dificuldade para ser confeccionado.  Mas ficou muito bom o resultado.  O que seria naturalmente esperado, considerando o compositor.
Tem mais.  No Hinário para o Culto Cristão (HCC) temos o de número 43, uma composição de P.M. Mills em 1963 e baseada em Ap 4:11 – Tu és Digno.  Melodia que nos conduz à reflexão e à adoração.
Ainda no HCC (número 80 – este eu já conhecia antes de ir para o hinário) – da obra de Guilherme Kerr de 1985: Bendito Seja sempre o Cordeiro (a gravação original foi intitulada: De Todas as Tribos).  Uma excelente adaptação do Ap 7:9-10.
Também me ocorre lembrar da música Primeiro Amor, de Aurélio Rocha gravada pelo Rebanhão em 1988 que dizia "eu quero voltar ao primeiro amor" e que claramente tem por base Ap 2:4.  Este se tornou um hino – um clássico.
Outros louvores que nós, da igreja brasileira, aprendemos e cantamos com alma:
-) Alfa e Ômega do compositor Livingston Farias, baseado em Ap 1:8 / 21:6 / 22:13.  Já cantei tanto em versões congregacionais quanto corais.
-) Glória pra Sempre.  A autoria é de A.T. Queiroga e foi gravado por Vencedores por Cristo em 1975.  A base é o capitulo cinco de Apocalipse.  Indispensável em qualquer relação de louvores para a igreja.
-) Santo é o Senhor.  Refrão que conheci gravado na voz de Asaph Borba em 1984 e que repete as palavras de Ap 4:8.  Fácil de decorar e de cantar.
-) Ao que Está Sentado.  Também de Vencedores por Cristo gravado em 1980.  O texto base é Ap 5:13.  Nunca nos cansamos de entoá-lo novamente.
-) Rei das Nações.  Ainda Vencedores por Cristo, desta vez em 1988 com as palavras de Ap 15:3.  Desde o começo do louvor que diz: "Grandes são as tuas obras" até o refrão, sempre eleva a igreja em adoração.
-) Aleluia, Salvação e Glória.  Este é do grupo MILAD, trabalho de 1986.  Cantamos Ap 19:1.  A sequência melódica é gostosa e a letra bíblica, um canto completo.
E antes que fique cansativa a lista – observe que todas aqui listadas são do fim do século XX e início do XXI – vou terminar com a obra atemporal do grande G.F. Handel.  No magnífico oratório "O Messias", a sua mais significativa música: ALELUIA toma as palavras de Ap 11:15 – estes são os louvores do Apocalipse:
O reino do mundo se tornou de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre. (NVI).
Aleluia!


4 comentários:

  1. Que texto abençoador, sobretudo no sentido de dar leveza ao livro de apicalipse, tão erradamente temido por muitos irmão nossos, que sem entender a prifundidade de sentidos naquelas metáforas, o elevaram à condição de prenúncio de somente destruição e fim.

    Não conhecia alguns dos louvores citados e vai ser bem prazeroso buscá-los já com esse novo direcionamento. Paz e bem pastor!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, querido. A glória seja ao Cordeiro que é digno de toda a nossa adoração.
      Sei que muito têm se assustado com as figuras do Apocalipse, mas se realmente olharmos para ele com olhos de adorador, motivos não nos faltaram para louvar.
      Abr.

      Excluir
  2. Muito bom! Lembro-me quando pregou sobre isso. Que pregação maravilhosa, pastor! Trouxe esperança ao meu coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Graças sejam dadas ao Cordeiro, razão de ser de nossa esperança.
      Abr

      Excluir